Unhas e mãos: cuidado anti-idade

Temos vindo a falar do cuidado de mãos e unhas, e não poderíamos continuar sem mencionar o cuidado anti-idade. As mãos são das zonas do nosso corpo mais expostas às agressões diárias, e das mais neglegenciadas, daí envelhecerem muito mais rapidamente.

Por este motivo é importante cuidarmos das nossas mãos pensando sempre no cuidado anti-idade. Eis alguns cuidados que poderão fazer a diferença:

#1 O Sol

Os danos causados pelo Sol manifestam-se a vários níveis: como rugas, manchas mais escuras, sinais, entre outras. Para evitar estes danos utilize diariamente  um creme de mãos com SPF 30 ou maior, que ofereça uma proteção máxima. Utilize proteção solar todos os dias do ano, mesmo durante o inverno.

#2 O tempo

Durante o tempo mais frio as luvas são uma forma de aquecer as mãos, ao mesmo tempo que as protegem das agressões do frio. Para uma proteção eficaz contra o tempo mais frio mantenha as mãos protegidas o mais possível. Use também um bom hidratante para evitar o efeito pele seca tão característico nesta altura mais fria.

#3 Use sempre luvas

Os detergentes de limpeza são extremamente agressivos para as suas mãos, alteram a acidez das mãos, degradam as gorduras saudáveis que solidificam na superficie da pele, e desidratam-na. Em casa, utilize sempre luvas, mesmo que considere desconfortável pense sempre nos benefícios que poderão trazer às suas mãos. 

Fontes de apoio: makeup.com e Pinterest

1

Unhas e mãos: roer não é bom!

Roer as unhas não é bom! Não digo novidades, certo? Deixa as mãos ‘horríveis’, não faz bem à nossa saúde, nem traz saúde às nossas unhas. Acho que já temos mais que motivos para deixar de as roer.

Devo admitir que até aos 14 anos, eu roía as unhas. Tinha sempre as mãos feridas, e os sabugos expostos. Doía-me constantemente os dedos. Um dia decidi deixar de as roer. Para mim, a solução foi simples: aplicar um verniz para não roer, e começar a pintar e cuidar das unhas regulamente. Comigo foi o suficiente, e em relativamente pouco tempo deixei de descarregar a minha tensão nas minhas unhas.

Se comigo foi relativamente fácil não quer dizer que com vocês seja igual. Há pessoas que lutam durante muito tempo contra este vício. Para todos os que querem deixar este vício,  deixo aqui algumas dicas que espero vos possa ajudar.

Dica #1: mantenha a boca ‘cheia’

Tente uma pastilha elástica. Quando estamos a mascar uma pastilha torna-se difícil levar as mãos à boca. E uma das formas de deixarmos de roer as unhas é deixarmos de as levar à boca. Mas há outras  opções: chupa-chupas, rebuçados (sem açúcar – não vamos estragar a linha para salvar as unhas, certo?), ou até mesmo um copo de água, e sempre que tlhe apetecer levar as mãos à boca… lá vai um gole. É uma forma fácil de transformar um mau hábito num bom!

Dica #2: Aplique um verniz anti-roer

Comigo resultou. Encontram-se facilmente em qualquer perfumaria, nas marcas especializadas em cuidado de unhas. Escolha o sabor mais terrível para si. A vontade de levar as unhas à boca reduzirá massivamente na certa.

Dica #3: Use luvas mais vezes

O inverno pode ajudar imenso nisto. Sempre que tiver luvas colocadas o ímpeto de levar as unhas à boca é travado. Podes manter as luvas em atividades de lazer como ver televisão, onde a tentação cresce exponencialmente. Utilizá-las durante as limpezas também pode ser uma vantagem, porque não ficam tão expostas a agressões químicas e não enfraquecem tanto, o que as torna menos ‘apetecíveis’ de roer.

Dica #4: Tenha à mão uma bola anti-stress

Ter uma sempre à mão pode ajudar a descarregar a tensão que levariam as mãos à boca. Roer é um hábito nervoso acima de tudo.

Dica #5: Tenha uma lima sempre disponível

Ter irregularidades nas unhas é outra tentação. Assim se tivermos sempre uma lima poderemos aligeirar essas irregularidades e suavizar a vontade de levar as mãos à boca.

Dica #6: ir regulamente à manicure

Se cuidar das suas mãos e fortalecer as suas unhas com regularidade terá menos tentação de as roer. Se as suas mãos tiverem bom aspecto também terá menos vontade de as estragar com os dentes, certo?

Dica #7: Decida que quer deixar de roer as unhas

Independentemente das dicas anteriores, se não decidir mudar de nada lhe servirá. Em primeiro lugar é preciso decidir mudar, e decidir que irá conseguir! De facto, mesmo que vacile uma ou duas vezes é normal! O importante é que na sua mente mantenha sempre a decisão e confiança em si mesmo que conseguirá deixar de as roer.

Espero ter ajudado. Alguma dúvida?

9e01ab75cc7ddbad2cd0f96486de5ecb

 

Fontes de apoio: makeup.com e Pinterest

Unhas e mãos: importância

Esta semana e a próxima vamos falar de unhas e mãos.

Mãos cuidadas deve ser uma realidade para todas. Porquê? Porque em primeiro as nossas mãos falam por nós! Todos nós utilizamos muito mãos quando estamos a conversar com amigos, numa reunião de trabalho ou até a fazer uma apresentação em frente à nossa audiência.

As nossas mãos acompanham o nosso discurso e são parte integrante da nossa linguagem não verbal. Por todas estas razões tornam-se muito regularmente um centro de atenções para quem nos ouve. E se estiverem secas e desidratadas? Ou se tiverem as unhas ruídas? E pior,  se tiverem o verniz lascado? Acreditem que, quem está a ouvir-nos vai certamente distrair-se do que estamos a dizer e olhar para as nossas mãos e unhas.

Além de tudo isto, qualquer uma de nós gosta de poder olhar para as suas mãos e gostar do que vê, certo? Ou serei a única?

Pois bem, quais são as vossas maiores dúvidas sobre como cuidar das vossas mãos?

Imagem

Escolher a textura do batom

Todas gostamos de batons, certo?

Quando compramos um batom é importante a escolha da cor – sim(!) –  mas é, também, mais imperativo perceber o acabamento que melhor funciona – ou não – connosco, de acordo com o nosso gosto pessoal.

Mate

Texturas mate são normalmente produtos de longa duração. Um acabamento mate é suave e tem uma aparência de veludo nos lábios. Neste acabamento as cores mais populares são as altamente pigmentadas como os vermelhos, os rosas, ou os bordeaux. Não esquecer que esta textura, ao fim de algum tempo, deixa uma sensação de secura nos lábios que pode tornar-se desconfortável. Para reduzir esta sensação tentem aplicar previamente um bálsamo de lábios.

Cremosa

Texturas cremosas dão-lhe um acabamento com um pouco mais de brilho que os mate, e são considerados uma das texturas mais ricas. Com esta textura, normalmente consegue chegar-se a uma longa duração, mas os lábios não ficam tão secos durante o dia. É importante reter que para manter uma boa aplicação, e para o batom não se esbater nas linhas dos lábios, deve ser aplicado delineador o mais similar possível à cor do batom.

Acetinado

Uma textura acetinada é muito confortável, e deixa uma sensação de lábios hidratados. É um dos acabamentos mais versáteis, e pode utilizar-se com tons leves e naturais. Este acabamento é perfeito para mulheres que querem um pouco de cor e brilho sem chamar demasiada atenção para os lábios.

Qual a vossa textura favorita?

Alguma dúvida? Se tiverem deixem-nas abaixo.

d075f2d9848ba5cfa803cf4ef73f7e5a