Os ingredientes proibidos para peles oleosas

Quando se tem a pele oleosa nem sempre é fácil perceber quais os ingredientes que devemos evitar na nossa rotina de beleza. Limitamo-nos a comprar os produtos e esperar que tudo corra bem.

O primeiro passo para o sucesso é começarmos a ler os rótulos. Claro que não vamos compreender nada, mas o Google explica-nos tudinho (explorem bem, e não se fiquem pelos primeiros resultados que encontram) e em último recurso recorram a um especialista (visitem o blogue da minha querida Sara).

Independentemente do nosso tipo de pele é fundamental lermos os rótulos dos nossos produtos e tentarmos perceber o que está dentro do nosso creme. Quando lemos e conhecemos o que lá está conseguimos ser mais assertivos nos produtos que utilizamos. A nossa pele agradece e a nossa carteira também.

Partilho então a lista de alguns ingredientes que não devem constar nos vossos produtos de cuidado de pele caso tenham pele oleosa. Esta lista adveio de uma pesquisa que fiz, essencialmente baseada no livro Leslie Baumann, reconhecida especialista em pele norte americana (se quiserem matar alguém depois disto, matem-na a ela! ahah)

  • Acetic acid
  • Allatoin
  • Alpha lipoic acid
  • Balsam of Peru
  • Benzoin acid
  • Camphor
  • Cinnamic acid
  • Cinnamon oil
  • Cocoa butter
  • Coconut oil
  • DMAE
  • Isopropyl isostearate
  • Isopropyl myristate
  • Lactic acid
  • Menthol
  • Parabens
  • Peppermint oil
  • Quatermium-15

Não quero com isto dizer que estes ingredientes são nocivos para a pele. Nada disto, muitos deles estão inclusivamente incluídos em muitos cosméticos. Apenas não fazem particularmente bem a peles oleosas. Mais que não seja esta lista pode ajudar-vos a identificarem porque é que quando usam determinado produto a vossa pele reage ou fica mais oleosa.

Útil? Gostariam de ver mais produtos relacionados com isto?

Uma aventura na Casa de Palmela

É no coração da Serra da Arrábida, rodeada de vinhas e da mais bela natureza que se encontra a histórica Casa de Palmela, na Quinta do Esteval. Um hotel onde o antigo e o moderno se encontram em perfeição.

Em redor não há casas, não há trânsito, nem confusão. Aqui o único som audível é o da natureza, do vento e das cigarras que nas horas de maior calor se fazem ouvir.

Cada quarto tem a sua própria história e decoração, ao estilo mais clássico, respeitando as origens. Cada pormenor é pensado e esse cuidado é sentido em casa recanto. Sentimos o abraçar da história num conforto inexplicável.

Mas há muito mais para explorar na Quinta do Esteval.

A piscina é o local mais apelativo num dia quente de verão. Com uma vista privilegiada para a Serra é impossível não relaxarmos totalmente.

Mas há espaço para um bebida fresca no lounge recentemente criado junto à Casa Palmela. Com boa música e ainda com a possibilidade de “captarmos” o sol de final de dia. Se não conseguimos relaxar até este momento, o jantar no restaurante Zimbral fará maravilhas.

É o único existente no hotel. Agradável, luxuoso qb e muito aconchegante. Com uma vista privilegiada, estivemos ao som de Bee Gees, a desfrutar de uma refeição deliciosa. Acompanhámos esta refeição com o sorriso constante de João de Sousa, que procurou-se sempre elevar a nossa experiência gastronómica.

Aliás, simpatia é um “principio-ativo” na Casa Palmela. Não encontramos má disposição matinal, dias difíceis nem problemas pessoais. Eles existem, claro, mas deixaram-nos a todos no portão da Quinta, contribuindo para o ambiente de calma e felicidade que reina naquele lugar.

Guardámos a exploração das vinhas para o dia seguinte. São de perder de vista! Em corredores organizados e filas incontáveis conseguimos observar as toneladas e toneladas de uvas que começam a amadurecer com o avançar do verão. O vento fustiga-as fazendo-as dançar ao seu próprio ritmo, na perfeição.

A noite termina em silêncio. Bem, a natureza nunca é silenciosa. Não se ouvem carros, buzinas ou qualquer música, mas estão lá os grilos e outros animais que entoam a mais bela melodia, que apenas se ouve dentro da Quinta do Esteval.

NOVIDADE: Queres ser maquilhador(a) profissional?

 

E  esta é a grande surpresa que tenho para vocês: um curso de maquilhagem profissional!

Quem me segue há algum tempo sabe que já fiz cursos anteriormente, mas este ano preparei um curso completamente renovado: com + 44 horas de formação que o anterior, com novos módulos e com mais formadores.

Tenho mesmo muitas novidades para vos contar, mas vamos por partes.

O porquê deste curso? 

Acredito que todos devemos lutar por ser aquilo que sonhamos. E sei que há por aí muitos de vocês que têm este sonho: de ser maquilhadores. Idealizei este curso com uma componente prática muito forte para garantir que todos os formandos, no final, estarão aptos a trabalhar em qualquer situação. Acredito que devemos ter formadores 100% disponíveis para ajudar e potenciar o desenvolvimento de cada aluno. E é isto mesmo que vão encontrar neste curso: dedicação máxima a cada um de vocês.

Quais são os novos módulos?

Pois bem, não estava a brincar quando disse que vamos ter mais horas de formação e novos módulos.

  • Vamos ter integrado no curso o módulo de noivas e casamentos.
  • Uma grande novidade é o módulo aprofundado em pele que será lecionado por um especialista (especializado à séria) em pele. Aqui vamos para um novo nível de conhecimento. Vão adorar e descobrir coisas incríveis.
  • Vamos ter ainda um módulo em Marketing Pessoal. Porque acredito que todos precisamos saber como criar a nossa própria marca e vendê-la de forma eficaz.

Para quem é este curso?

Para todos. Para homens e mulheres. Para os mais jovens e mais velhos. Para os mais extrovertidos e para os mais introvertidos. Para portugueses e estrangeiros.

Tem requisitos?

Apenas um: gostar muito de maquilhagem.

Onde vai ser?

Em Lisboa, num sitio incrível, que vocês vão adorar. Mas só revelarei esta surpresa daqui a uns dias, fiquem atentos!

Quantas vagas há?

Teremos apenas 8 vagas disponíveis. Eu sei, são poucas, mas não acredito em turmas maiores que isto, uma vez que não poderemos dar a atenção necessária a todos se ultrapassarmos este número. Por isso, são poucas vagas, mas garanto que serão ótimas.

 

Quanto vai custar?

O curso terá o custo de 1350€. Mas vamos lá explicar este valor: para garantires a tua vaga terás a taxa de inscrição 150€. Pago este valor consegues garantir a tua vaga no curso. Os restantes 1200€ serão pagos ao longo do curso, com facilidades para que todos possam  concretizar este sonho. Se quiseres saber mais informações sobre os pagamentos envia email para: anaaureliomakeup@gmail.com

Quando começa?

Para já sabemos que será em Outubro e aos sábados. O horário será 10h-19h. Mas brevemente revelarei novos detalhes.

 

Bem, como perceberam nos próximos tempos partilharei muitas novidades. Fiquem atentos e espalhem a mensagem.

Nem consigo expressar a emoção que sinto em poder partilhar isto convosco. Estou feliz e grata pela oportunidade de encetar este projeto renovado. Faz-me feliz poder partilhar convosco a minha paixão pela maquilhagem. Acredito que seremos muito felizes juntos neste curso.

Aqui fica a imagem de divulgação, se quiserem começar a divulgar.

promo-final

Darei novidades em breve.

As mentiras que se contam sobre os produtos de maquilhagem

Eu sou da opinião que marketing é diferente de publicidade enganosa. E irrita-me profundamente as mentiras que se contam para se vender maquilhagem. Expressões como "pele perfeita" (não existe tal coisa) ou imagens de super-pestanas que são criadas (supostamente) por uma máscara quase parecendo que têm pestanas falsas (que não é possível)… enervam-me, porque não são reais.

Pois bem comecemos por aqui. Imagens como esta…

5fe00d55-ec66-472b-ab4e-9badef12a050.jpg._CB284453167__SR300,300_

São autênticas mentiras. Esta menina tem umas pestanas (muito) falsas. Não há possibilidade nenhuma destas pestanas serem obtidas com uma máscara, apenas com aplicação de pestanas falsas.

Várias marcas usam-se destes recursos para venderem mascaras "de sonho", que por vezes são muito boas, sim, mas não fazem aquilo que está na imagem. E eu sinceramente não percebo isso. De que vale vender algo que ninguém consegue reproduzir? Um resultado impossível de atingir? Não faz sentido para mim.

Recomendação: sempre que quiserem comprar uma máscara vejam bons reviews (honestos e sinceros) que de quem experimenta estes produtos. Assim conseguirão chegar a uma projeção mais real do resultado que terão.

Outro produto sobre o qual se inventam algumas expectativas irreais são os primers (conhecida pré-base) que supostamente preenchem rugas e marcas da pele. Pois bem, estes primers podem preencher sim, mas apenas as rugas e marcas mais pequenas, muitas vezes aquelas que vocês ainda nem descobriram ao espelho. Mas a vossa expectativa está em fazer desaparecer aquela ruga que não querem continuar a ver e a verdade é que essa (já tão visível) não vai desaparecer. Pode até ficar atenuada, mas não desaparece. Isso garanto. Mais uma vez, expectativas irreais, logo não correspondidas. Podem alisar a pele, mas nunca fazem "photoshop".

the-porefessional-model

Eu sou da opinião que atualmente o mundo da maquilhagem está melhor que nunca, com evoluções incríveis. Mas sei que a competição está muito, muito forte.

Mas sei que não precisam de publicidade enganosa para vender. Quanto mais real for o que as marcas vendem, mais satisfeitos ficarão os consumidores porque terão expectativas reais sobre os produtos.

Marcas, oiçam os consumidores, homens e mulheres reais, que apenas querem usufruir dos vossos produtos, tendo expectativas reais que consigam atingir em cada utilização.

Faz sentido para vocês? Já se deparam com alguma situação destas?

Imagens Pinterest