Querem um SPA antes de dormir?

Todas sabemos que precisamos cuidar da nossa pele. Mas do saber ao fazer vai um um grande passo e infelizmente uma grande maioria de nós ainda lava o rosto com gel de banho ou sabonete, e nos “bons dias” aplicam um cremezito. Mas os especialistas não se cansam de repetir que isto não é suficiente. Sabiam que as coreanas aplicam em média 22 produtos por dia? 🤯 Pois é, shame on us!

<<<<<<<<
artilhar a minha rotina de todas as noites, ou seja, um verdadeiro SPA mesmo antes de dormir.

Alguns destes produtos servem para desmaquilhar e limpar a pele e outros são de tratamento e cuidado.

Vou então começar com o Sensory Make-up Remover Oil da Douglas. Adoro este óleo desmaquilhante. Adoro o aroma e a forma como remove a maquilhagem. Aplico e massajo bem o rosto. Depois com um turco e água quente retiro todo o produto suavemente. A pele fica praticamente limpa apenas com este produto e super macia.

Para retirar os últimos resíduos de maquilhagem utilizo uma água micelar num disco de algodão. Tenho utilizado esta da Nívea no último mês. Lembrem-se que devem enxaguar sempre o rosto após a água micelar, uma vez que esta contém detergente que não deve ficar na pele.

Com a pele limpa seguimos para o tratamento. Primeiro o sérum. O que é? É um tratamento específico, potente que devemos aplicar antes do creme. Este tratamento varia conforme a nossa necessidade.

Este que estou a utilizar nas últimas semanas é de uma marca portuguesa dos Açores, Ignae. Uma marca de luxo que ajuda a retardar o envelhecimento da pele e que combinam a camélia japónica e a água termal rica em minerais e oligoelementos. Um luxo portanto! Tive acesso a esta marca no Open Day da 17.com e adorei. Tenho usado-os desde então e gosto do resultado principalmente quando acordo.

Fico tão, mas tão feliz por termos marcas portuguesas a criar produtos desta qualidade! Feito cá com o que temos de melhor. Embalagens de luxo, ingredientes únicos de qualidade astronómica. Eu sempre tive o sonho de ver o nosso país como uma potência cosmética, quem sabe se viverei anos suficientes para ver isto a acontecer. 🤩

O sérum tem uma textura mais seca, não oleosa, que liga muito bem com o creme de noite. Sabem que gosto de texturas ricas e estes dois produtos são incríveis.

Para finalizar sempre um esfoliante labial (este já vos falei da Lush) seguido de um hidratante (este é da GLAMGLOW).

Quando termino isto sinto-me no céu, e não trocava esta rotina por mais 5 minutos de sono! Cuidar da pele é um prazer e não uma obrigação.

Mesmo que para vocês seja complicado tantos produtos, podem manter a vossa rotina simplificada, mas nunca prescindam do essencial. Amar a vossa pele é cuidar dela.

❤️

Anúncios

Como aproveitar o Natal em Lisboa à séria!

Lisboa (e Portugal em geral) está na moda, e ponto final! Continua a ser um fenómeno para mim, como é que só agora nos descobriram, mas enfim, mais vale tarde que nunca. O facto de haver turistas aos magotes faz com que nos preocupemos ainda mais em proporcionar atividades diferentes todos os dias. Ele há mercados, há novas iniciativas nas ruas a cada dia, fins de semana repletos de coisas boas para comer e visitar e aquela conversa do “não temos o que vamos fazer com as crianças este sábado” já não se aplica.

rawpixel-com-445786.jpg

Photo by rawpixel.com on Unsplash

O Natal é muito importante para os portugueses regra geral. Decoramos as casas e começamos a ouvir nas lojas e espaços públicos músicas natalícias desde novembro. Não nos cansamos do All I want for Christmas, embora digamos que sim, a verdade é que a música continua a passar em tudo o que é lugar quase em repeat. As nossas casas ganham vida e magia e as ruas ficam cintilantes, quer porque pelas decorações públicas, quer pelos muitos portugueses que decoram as zonas externas com muita alegria.

Por todo o país se montam presépios, uns com mais rigor, outros nem por isso, mas em cada terrinha as igrejas se vão decorando e aliando à festa. Como vêem aqui não brincamos em serviço.

Aqui em Lisboa temos aquelas atividades míticas que não dispensamos cada Natal.

Como ir à baixa ver as decorações de Natal. Se a Carrie Bradshaw, do Sexo e a Cidade, fosse portuguesa (e vivesse em Lisboa) a Avenida da Liberdade seria a sua avenida de eleição. E consigo imaginá-la a beber o seu café e a visitar as lojas míticas dessa rua enquanto faria as suas compras de Natal. É nesta nesta zona da cidade que está a mais bela decoração de natal. Embora durante alguns anos tenha vindo a alterar-se a verdade é que sempre mágica, e estamos sempre à espera que se acendam pela primeira vez. E está quase, será já no dia 30 de novembro. Portanto dia 1 de dezembro já sabemos onde andarão todos.

E se as luzes não são suficientes para vos impressionar o que dizem de um videomaping no Terreiro do Paço? Por aqui já tivemos vários espetáculos, mas até agora não tem desiludido. Imponentes e mágicos são sempre um momento especial nem que seja para uns stories no Instagram. Na minha opinião valem sempre a pena e acabam por ser um momento bem passado a dois ou em família. De 11 a 20 de dezembro passem no Terreiro do Paço pelas 19h, 20h ou 21h.

Por cá não há neve, mas como gostávamos de ter lembrámos-nos este ano de colocar uma pista de gelo em plena Praça do Comércio (Terreiro do Paço). Basicamente passa-se lá tudo! Andar de patins no gelo não é algo para qual os portugueses na sua maioria tenham nascido e nas nossas pistas falseadas não há aquela elegância vista noutras capitais, onde todos andam elegantemente em círculos. Por cá há muitos desengonçados e quedas vergonhosas. Mas não tem mal. Estamos a aprender. Quem quiser este ano pode aproveitar esta pista entre 11 de dezembro e 10 de janeiro, entre as 10h e as 22h, e levem a família que vai valer a pena.

Teremos ainda muita coisa a acontecer por cá: mercados (vejam aqui uma listinha que a TimeOut publicou), feiras, concertos e muito mais.

É assim. Gostamos mesmo do Natal como se vê. Se estiverem de visita ou para ficar juntem-se aos portugueses e saiam de casa com as famílias, vão gostar!

As minhas receitas sem açúcar: bolachas de aveia e figo

Esta minha ideia de não comer açúcar (adicionado) faz alguma confusão a muita gente!

Eu até percebo, a mim também me fazia antes de iniciar a minha desintoxicação. Mas agora que passaram já quase 7 meses vejo as coisas de forma muito diferente.

É perfeitamente possível comermos refeições deliciosas sem pitada de açúcar adicionado. Dá trabalho? Sim, mais que não seja porque temos de confeccionar tudo. Mas dá muito gosto podermos fazer comida saborosa e saudável, com ingredientes de confiança. Mais caro? Depende da gestão que fizermos. Não precisamos gastar um balúrdio para comermos bem.

Hoje estive por casa e consegui preparar os meus snacks favoritos: as minhas bolachinhas de aveia e frutos secos. São tão boas!!

A receita é super simples e as quantidades variam conforme a quantidade que queremos fazer. Vamos precisar de:

Flocos de aveia

Ovos

Puré de abóbora (cozida ao natural e depois processada)

Sementes a gosto

Goji

Caju natural triturado

Figos secos cortados finamente

1 colher de sopa de óleo de coco

Como fazer? Mistura-se tudo e colocamos num tabuleiro 20 minutos a 180ºc.

Deixamos arrefecer e guardamos um frasco hermético.

O engraçado desta receita é que podemos adicionar os frutos secos que quisermos, e variar conforme nos der vontade.

Estas bolachinhas satisfazem à séria e são ótimas para uma pausa a meio da manhã ou da tarde.

Adeus cabelo espanador!

Vamos falar de cabelo hoje. Uma das muitas das perguntas que mais me fazem ultimamente é como é que consigo manter o cabelo longo e com bom aspeto. Não há se ponto final. E o momento da escova é sempre delicado. O que ajuda? Bons produtos e muita paciência.

O meu cabelo não é propriamente ondulado e também não é 100% liso, mas para mim o essencial é ter volume. Sei que já tinha referido isso, mas é obrigatório para ter o cabelo solto e com volume, sem que pareça um espanador, daí a escolha destes são os produtos para a minha rotina capilar. Provavelmente já vos falei de alguns destes produtos, mas… do que é bom nunca nos cansaremos de falar.

Já usei uma tonelada de champôs nesta vida, e acabo sempre por voltar aos da Lush. Adoro estes champôs em barra. Pode parecer estranho, porque parece um sabonete simples, mas não é e faz milagres. Este específico é o Seanik, que ajuda a dar aquelas beach waves super naturais ao mesmo tempo que seca as raízes e impede-as de ficarem oleosas. As minhas não são excessivamente oleosas mas com este champô ficam ainda mais equilibradas.

Claro que ao ficar mais seco na raiz, as pontas (naturalmente mais secas) ainda piores ficam. Portanto aqui entra a hidratação. Um bom condicionador/máscara faz diferença. Ninguém quer ficar a parecer uma saca de serapilheira.

Já vos falei desta máscara e continuo em amores com ela: Máscara Elvive Óleo de Coco.

Como a utilizo? Uma vez por semana coloco-a antes de dormir e deixo-a atuar até à manhã seguinte. Nas restantes lavagens utilizo-a como condicionador. Tão simples quanto isto. Para já não sinto sequer necessidade de aplicar um óleo de pontas para verem como este produto é bom.

Para finalizar falta desembaraçar. Quem me ajuda? Este senhor.

É aplicá-los nas pontas e a minha Tangle Teaser flui muito mais facilmente.

Mais uma nota. Não esquecer que uma alimentação equilibrada e saudável faz milagres no que toca a uma boa regeneração cabelo. A genética e a alimentação ajuda, mas bons produtos fazem toda a diferença.

❤️

Ser uma durona frente aos fracassos

Às vezes perdemos. É um fatídico veredicto na vida. E não sei quanto a vocês mas eu detesto fracassar e lido mesmo mal com isso. Não descanso enquanto não encontro os porquês e as culpas atacam-me a mente como bombas atómicas.

https://unsplash.com/photos/jtvGydbUn30

Mas o que tenho compreendido na vida é que o que verdadeiramente nos destrói não são as derrotas em si, mas é a nossa reação (má ou falta dela) aos fracassos.

Sou das que acredita que não há nada que venha à nossa vida que não consigamos vencer. Precisamos é reinventar-nos e reagir bem às dificuldades. Nunca é fácil mas vale a pena tentar.

Reagir bem implica quase sempre estarmos bem ligados. Bons relacionamentos são aqueles que estão connosco nos bons e nos maus momentos, que nos corrigem sempre que precisamos. Influenciam-nos positivamente e elevam-nos sempre.

Bons relacionamentos não são os que dizem apenas as coisas certas, mas que efetivamente fazem o que é correto. São estas influências que nos levam pela mão quando temos enfrentamos uma derrota.

Muitas vezes quando falhamos guardamos a frustração para nós, e limitamo-nos a dizer que está tudo bem, quando não está. Partilhar o que sentimos ajuda-nos a dar a volta e a reagir.

Não deixes que uma derrota te roube os sonhos, e objetivos na vida. Não permitas que te desacredite.

Utiliza as derrotas como degraus e transforma o que aparentemente vem para te destruir como alavanca, para te elevar mais um pouco.

❤️