Sumo para recuperar de constipações

Yep, estou constipada, e bastante. Tudo graças a este calor excessivo (e repentino) e aos mortíferos ares-condicionados-bandidos que nos fazem oscilar entre os 24º e os 40ºc assim num estalar de dedos. E pronto, foi assim que fiquei doente. Dores de garganta e mau-estar, tudo o que eu precisava.

Quem me conhece sabe que eu não tomo medicamentos, a menos que esteja quase a morrer, caso contrário prefiro ir pelos meios naturais, proteger-me e curar-me sozinha.

Por isso mesmo, não tomei nada desde que adoeci e tenho optado por alimentar-me bem e proteger-me das diferenças de temperatura. Claro que vai demorar mais tempo, mas acredito que não me contamino com mais químicos e assim estou a fortalecer-me e a melhorar as minhas auto-defesas.

Desde que adoeci tenho feito este sumo natural, que é super saboroso, eu pelo menos adoro, e que leva uns 2 minutos a fazer.

O que vamos precisar?

Sumo de 1 ou 2 laranjas

Sumo de 1 limão

1 colher de chá de IMUNOMIX da Shine

1/2 colher de chá de Chá Matcha da ISWARI

Pau de canela para dar aquele gostinho bom

Hortelã (opcional)

Misturem tudo e misturem tudo muito bem, e adicionem um pouco de água.

O forte deste sumo é a vitamina C. Claro que as laranjas quando espremidas perdem grande quantidade desta vitamina, mas mantenho-as no sumo pelo sabor maravilhoso e açúcares naturais que têm e que contrastam bem com o limão, e ainda as outras mais valias que mantêm. O chá Matcha e o Imunomix são bombas de vitaminas que me fortalecem naturalmente o sistema imunitário.

É mesmo muito simples, sem açúcar, saudável e muito gostoso.

Se mais alguém estiver como eu… as melhoras e cuidado com as diferenças de temperatura. 🙂

Gomas sem açúcar. Quem quer a receita?

Ainda na sequência do que partilhei convosco na semana passada, e porque continuo a lutar contra o meu vício com o açúcar (já lá vão 26 dias sem ele), deixo-vos uma receita pela qual tantos de vocês me tem perguntado: as famosas gomas sem açúcar.

Vocês vão gostar, e os vossos filhos, sobrinhos, afilhados e enteados vão amar.

Sim, porque esta ideia de lutar contra o açúcar não pode significar que nunca mais vou comer o que mais gosto. É preciso adaptar e ser criativa. Portanto estas gomas são uma óptima solução naqueles dias e momentos que nos dá uma gana necessidade de doces, porque nos satisfazem a gulosice (pelo menos a mim sim) e não ingerimos açúcar. Além de que a gelatina tem imensos benefícios. São deliciosas, muito rápidas e simples de fazer.

Ingredientes:

Gelatina sem açúcar (atenção aos adoçantes que têm, leiam os rótulos, experimentem as Condi)

4 folhas de gelatina neutra por cada embalagem (podem ter 1 ou 2 pacotinhos lá dentro)

300 ml de água a ferver (reduzam a quantidade se quiserem mais rigidez nas gomas)

formas em silicone para as gomas (ou se forem como eu, coloquem em sacos de congelação :D)

 

Como fazer?

Aqueçam  a água previamente. Num recipente coloquem o pó de gelatina e as folhas de gelatina neutra. Adicionem a água a quente e certifiquem-se que fica uma mistura homogénea. Coloquem o líquido nas formas e levem ao frigorifico por 1h30. E já está podem devorá-las.

A vantagem é que podem fazer com todos os sabores que quiserem e fazer misturas também. A criatividade não tem limites.

Quando fizerem as vossas só tem de partilhá-las com #gomassemaçucar.

FOOD CHOICES: Será que decidimos mesmo o que comemos?

Bem, em primeiro lugar gostava de dizer que ainda estou em choque com toda a informação que recebi deste documentário. Eu sei que existe meio milhão de artigos e informações que saem todos os dias por esse mundo, muitos deles contrários uns aos outros, que nos deixam ainda mais confusos sobre o que devemos ou não comer.

Não gosto de conversas estranhas ou e teorias milagrosas. Acredito no cuidado diário e moderação na alimentação (e em tudo na nossa vida).

Este documentário é brutal e deixa qualquer um a pensar. Eu não como carne, mas estou longe de seguir todas as recomendações que estão neste documentário (far, far away!). Não tenho como objetivo convencer ninguém, mas quero que se munam de ferramentas e decidam por vocês. Não temos de ser todos nutricionistas, mas se comemos todos os dias, convém que sejamos informados e saibamos o que ingerimos. E pessoas informadas tomam as suas decisões com certezas. Este documentário vai deixar-vos desconfortáveis e com vontade de implodir o frigorifico com toda a “bodega” que lá está dentro, mas desafio-vos apenas a fazerem uma coisa… a refletirem, sobre o que vão ouvir e a procurarem as vossas próprias respostas.

Desabafo: uma coisa posso dizer, a minha decisão de não comer carne está cada vez mais que consolidada!

Nham: lanche depois de treinar


Depois de um treino é sempre importante alimentarmo-nos bem.

Depois de uma corridinha hoje, o meu lanche foi este: bolachinhas de aveia e um sumo de banana e frutos vermelhos.

Não vos consigo dizer o quão delicioso estava!

Para o caso de quererem replicar estás bolacinhas deliciosas, aqui fica a receita:

Ingredientes:

  • 300g Flocos de aveia integral
  • 2 colheres de sopa Cranberries ALDI
  • 2 colheres de sopaManteiga de amendoim 
  • 4 colheres de sopa purê de abóbora
  • Sementes (o que quiserem)
  • 1 colher de sopa óleo de coco
  • 2 ovos 
  • Canela qb

As quantidades variam conforme a quantidade que quiserem fazer. Juntem tudo num recipiente e misturem tudo.

Levar ao forno numa superfície antiaderente, previamente aquecido, a 180º por 15m. Quando retirar do forno, deixar arrefecer antes de retirar.

Experimentem! 

❤️