Ser uma durona frente aos fracassos

Às vezes perdemos. É um fatídico veredicto na vida. E não sei quanto a vocês mas eu detesto fracassar e lido mesmo mal com isso. Não descanso enquanto não encontro os porquês e as culpas atacam-me a mente como bombas atómicas.

https://unsplash.com/photos/jtvGydbUn30

Mas o que tenho compreendido na vida é que o que verdadeiramente nos destrói não são as derrotas em si, mas é a nossa reação (má ou falta dela) aos fracassos.

Sou das que acredita que não há nada que venha à nossa vida que não consigamos vencer. Precisamos é reinventar-nos e reagir bem às dificuldades. Nunca é fácil mas vale a pena tentar.

Reagir bem implica quase sempre estarmos bem ligados. Bons relacionamentos são aqueles que estão connosco nos bons e nos maus momentos, que nos corrigem sempre que precisamos. Influenciam-nos positivamente e elevam-nos sempre.

Bons relacionamentos não são os que dizem apenas as coisas certas, mas que efetivamente fazem o que é correto. São estas influências que nos levam pela mão quando temos enfrentamos uma derrota.

Muitas vezes quando falhamos guardamos a frustração para nós, e limitamo-nos a dizer que está tudo bem, quando não está. Partilhar o que sentimos ajuda-nos a dar a volta e a reagir.

Não deixes que uma derrota te roube os sonhos, e objetivos na vida. Não permitas que te desacredite.

Utiliza as derrotas como degraus e transforma o que aparentemente vem para te destruir como alavanca, para te elevar mais um pouco.

❤️

Anúncios

Os pedidos mais loucos que já me fizeram.

Eu adoro o que faço. Ter a oportunidade de ver pessoas sorrir de novo com uma simples maquilhagem é algo indescritível e que só quem vive isto consegue compreender o verdadeiro o seu verdadeiro poder. A maquilhagem destaca o que cada um tem de melhor. Como? Afastando o “ruído” e permitindo que o que temos de melhor possa resplandescer.

ali-marel-428953

Photo by Ali Marel on Unsplash

O problema com que me deparo algumas vezes são expectativas irreais, impossíveis de atingir, que algumas pessoas criam antes de serem maquilhadas. Ideias tontas contadas por imagens de Instagram e Pinterest que não são possíveis.

Vou partilhar algumas delas, que apesar de escassas, ainda existem.

“Quero ficar parecida com aquela figura pública.”

Pensem comigo, como é que eu consigo isto? É que normalmente as “figuras públicas” escolhidas por estas cabeças têm no máximo 25 anos, já fizeram várias cirurgias plásticas e toneladas de Photoshop em todas as fotos. E depois pedem-me para transformá-la nisto? Nem sequer é real. A maquilhagem não é magia!

Que desperdício alguém querer abdicar do seu melhor para serem uma outra pessoa, que muitas das vezes nem sequer é 1/3 do que está nas fotos.

“Tire-me, por favor, 20 anos.”

Começo logo a transpirar de nervos quando me dizem isso.

Não acreditem em tudo o que dizem, porque, nem quem seja um ano, maquilhagem nunca tira idade. Maquilhagem não é cirurgia plástica e não ajuda em nada as rugas, pelo contrário, tende em acentuá-las.

“Quero ficar mais magra.”

“Sim claro, é para já! Tragam a máquina de lipoaspiração rapidamente!” É este o meu procedimento antes de cada maquilhagem. #not

Existe uma ferramenta chamada contouring (modelação em português) que dá uma ilusão de ficarmos um pouco mais magras. Mas não passa de isso mesmo, uma ilusão. Funciona maioritariamente em fotos e vídeos, e numa média, longa distância. A questão aqui são as expectativas irreais.  É difícil a qualquer maquilhador, por melhor que seja, bater as expectativas de qualquer cliente, ainda para mais quando são irreais.

Há mais, mas hoje fico por aqui. É legitimo querermos parecer mais magras, mais bonitas, ou ficarmos parecidas com aquela celebrity que seguimos no Instagram. Mas não vai acontecer. As vossas expectativas vão ficar defraudadas e não conseguirão apreciar o resultado.

Agora se expectarem a vossa melhor versão, provavelmente sairão com um sorriso de casa nesse dia e com a certeza que são umas sortudas com o que têm, e não umas infelizes com o que não têm.

Boa semana.

Caçadores, pessoas insensíveis e racistas com animais não leiam isto! Para amantes de animais apenas.

Viver no campo tem muitas coisas boas, mas também muitas más que nos deixam tristes. Aqui onde moro, todas as quintas-feiras e domingos há caça. Um fenómeno que odeio e que gostava de não presenciar. Há tiros a toda a hora e cães aos magotes à procura dos coelhos feridos para os levarem aos donos.

Além de não perceber o objetivo da caça (prefiro pensar que não percebo o objetivo, que colocar a possibilidade de alguém ter gosto em matar animais só por desporto), não percebo como podem fazê-lo relativamente perto de habitações. Se eu tivesse filhos nunca os deixaria brincar na rua com homens armados por perto. Não me venham com a história que está tudo controlado. Somos um país de paz, e a maioria não tem recordação de conflitos armados por estas bandas. Então porquê? Perto de casas? Não faz sentido, para mim, andarem por aí homens e crianças com armas a disparar sobre animais.

Ontem perto da hora de almoço encontrámos uma cachorra perdida junto à nossa casa. Pensámos que teria fugido e procurámos em toda a vizinhança pelo dono e ninguém a conhecia, até que chegámos à conclusão que: ou a tinham abandonado, ou que tinha vindo com um grupo de caçadores e tinha-se perdido.


1ª possibilidade: Como é possível alguém abandonar um animal? O que vos vai na cabeça? Ah, e tal somos um país muito avançado e quem abandona está a cometer um crime. De que vale ser um crime se ninguém é punido por esse mesmo crime? Só porque fica bem? A lei é protetora dos animais, mas ninguém a vigia nem exerce. Acham que as pessoas só por ser crime vão deixar de o fazer? Não! Tem de haver alguém a certficar-se que a lei é cumprida. É urgente.

2º possibilidade: Expliquem-me lá como é possível os Sr. Caçadores levarem consigo uma cachorra que mal acompanha um adulto a andar, quanto mais cães sedentos de sangue em busca de uma presa? “Ah, é para aprender”. Estupidez! Ela claro que iria ficar para trás. Mas o pior é que nem voltaram para a procurar, se tivessem voltado tê-la-iam visto, uma vez que ficou na estrada, indefesa, pronta a ser “passada a ferro” pelos loucos que andam nestas estradas a pensar que andam numa prova importantíssima de rali.

Seja qual for o cenário é mau. O que andamos a fazer com os animais? Massacramo-los a nosso belo prazer. Ah e somos uns racistas da pior espécie! Desculpem, mas somos. Dizemo-nos protetores dos animais, mas só dos que custam centenas ou milhares de euros apenas porque são os cães da moda. Esses é que são giros, fofos, espertos. E outros só porque não tem lop, ou melhor falando são refeitos não os queremos. Escolhemos o cão peça raça e somos insensíveis com os demais animais que morrem todos os dias nas estradas no nosso país e nem sequem paramos o carro para os acudir.

Não julgo quem compra cães. Cada um faz o que quer com o seu dinheiro. Eu conheço pessoas que adoram animais e pagaram pelos seus cães. Mas também sei que essas pessoas são capazes de estender a mão a qualquer animal que precise independentemente da raça. Critico apenas a atitude que de ignorar os demais animais apenas porque não são de raça pura, ou seja, não são cães do instagram. Sabem a dificuldade que é conseguir uma família para um cão rafeiro ao contrário de um bulldog, por exemplo?

Quanto à cachorra, acolhemo-la e estamos a procurar uma nova família para ela. Aqui precisava da vossa ajuda, se souberem de alguém que ame os animais e prometa respeitá-la, cuidar dela e amá-la muito, digam, ou partilhem esta informação. Já não é a primeira vez que encontramos um animal nestas condições e sempre conseguimos ajudá-los. Esta não será exceção! Acredito que não faltarão pessoas generosas por este país fora.
Obrigada.

Eu a imitar a Mulher Maravilha para o Halloween

Aqui está o primeiro de 3 vídeos que vou fazer até domingo com a temática do Halloween. Não tem sido fácil ter tempo para os gravar, mas tinha de vos compensar desse por onde desse. 

Este primeiro look é de todos o mais super-heróico. Gostei imenso de ser a Wonder Woman. ☺️

Espero que gostem!

Temos novo vídeo na sexta!

❤️